6 de out de 2019

Mulheres representam apenas 25% das indenizações pagas por acidente de trânsito

As mulheres são mais cuidadosas, prudentes e se envolvem menos em acidentes. Especialistas garantem que algumas características do sexo feminino, refletem, sim, no trânsito. Segundo pesquisa, da Seguradora Líder, que representa as indenizações DPVAT, mulheres tendem a ser mais atentas na direção ou nas ruas, porque costumam respeitar mais às normas e leis de trânsito, como o uso do cinto de segurança e da cadeira infantil. Isso reflete diretamente nos números. Em casos de morte, por exemplo, a diferença no pagamento das indenizações é ainda maior: 82% das vítimas são do sexo masculino. Veja mais na reportagem de Sara Mariano, com produção e edição de Bruno Presado.