22 de abr. de 2014

Teto do Museu de História Natural da Ufal desaba; Museu está desativado

Foto: Cortesia/Gazetaweb
Por Clariza Santos*

Durante o feriadão santo, com chuva, parte do teto do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), localizado no bairro do Farol, em Maceió, desabou.

As visitações foram canceladas há algum tempo. Para não perder as peças do museu, pesquisadores, estudantes e funcionários realizaram um pequeno mutirão para guardar as peças em armários.

No local do desabamento restou, apenas, estantes, dois grandes objetos e a caverna projetada para visitação, mas correm o risco de desabar.

O pesquisador e professor Jorge Luiz Lopes informou à Agência Ciência Alagoas que a mudança do museu será feita em breve. ''Nós já debatemos a questão com a reitoria e agora, estamos aguardando a mudança para o antigo prédio do ICBS, no Prado'', contou.


Sobre o Museu

O Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas (MHN-UFAL) é um órgão suplementar ligado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX-UFAL) e tem como atribuições a Pesquisa e a Extensão. Desde a sua criação, em 1991, vem desenvolvendo estudos nos ecossistemas locais, valorizando também o conhecimento das populações tradicionais sobre o uso dos recursos naturais do estado. Desses estudos resultam coleções sistemáticas científicas, testemunhas de nossa biodiversidade (atual e fóssil), das riquezas minerais e da ocupação humana no decorrer da história (arqueologia e antropologia).

Além dos trabalhos de cunho científico, direcionados para um público bastante específico, o conhecimento produzido é disponibilizado para a população através de uma exposição de longa duração, instalada em área de cerca de230 m², apresentando informações relacionadas ao ambiente natural de Alagoas.

Nesse sentido, o museu atua como um espaço de educação não-formal. Professores do ensino público e privado utilizam a exposição para auxiliar nos conteúdos curriculares, despertando a curiosidade dos alunos, elemento fundamental para a aprendizagem.

Pesquisar, conservar e ampliar suas coleções são atividades básicas do museu, dando suporte aos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade, bem como aos diversos pesquisadores que o procuram para desenvolver seus trabalhos.

Com a missão de contribuir para o enriquecimento científico do País, à medida que difunde os resultados de suas pesquisas, o MHN-UFAL busca despertar o espírito científico e o amor à natureza, disseminando os conhecimentos, valores e comportamentos voltados para a preservação dos nossos ecossistemas.