6 de mai de 2011

ESTALEIRO EM ALAGOAS: SONHO LITORÂNEO

por: Magnolia Rejane Andrade dos Santos, no dia 06/05/2011

            Em 2010, a indústria naval brasileira lançou ao mar o primeiro navio nacional após um período de 13 anos de inatividade. O que significa que a atividade está renascendo. A Petrobras confirma essa tendência com a encomenda ao setor de 146 embarcações, exigindo que 80% seja de conteúdo (materiais) brasileiros a 5 bilhões de dólares. Onde serão construídos os estaleiros necessários para atender tal demanda? Nos estados de Pernambuco, Ceará, Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Alagoas.
            Em de outubro de 2010, o governador Teotônio Vilela Filho anunciou instalação do Estaleiro de Alagoas S.A.. A mega indústria naval, orçada em investimentos que chegam a 1,5 bilhões de reais terá sua sede no município de Coruripe, constituindo-se como o maior empreendimento da história de Alagoas. Em dezembro de 2010, o presidente do Synergy Group, German Efromovich, declara que o Estaleiro Eisa Alagoas será o maior das Américas, com uma frente de um quilômetro de extensão e profundidade de dois quilômetros. Ele formaria um polígono de 2 milhões de metros quadrados, no município de Coruripe, no Litoral Sul do Estado, a 130 km do Porto de Maceió.
            Fator de desenvolvimento
         O projeto também conta com a construção de uma vila residencial com mil casas e um centro de treinamento.  O mesmo já passou por um estudo de impacto ambiental e, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Otávio Gomes, não trará agressão ao meio ambiente. Com ele, a economia alavancaria, com o surgimento de um novo setor produtivo: a indústria naval.
         A escolha pelo Estado não foi à toa. Graças à posição geográfica privilegiada, o empreendimento facilitaria o reparo em navios tanto do oeste da África, como do Golfo do México. O primeiro navio produzido em Alagoas deve ficar pronto em 2013. Além de navios, o Estaleiro Eisa Alagoas vai produzir plataformas e prestar serviços navais.

Autor: Hiago Rocha